CONHEÇA O BALEIA MUTANTE

image description

Como tudo começou.

Baleia Mutante, banda paulistana de Rock Surf idealizada e fundada em 2010 por Bart Silva, que já foi baterista de bandas como Astronautas, HellSakura, Edy Star (Raul Seixas), entre outras de destaque no cenário nacional.

Lançaram em dezembro de 2012, o seu disco de estréia, "Confusão Sonora Organizada". Cd com 8 faixas, incluindo a pesada “Tá quente pacará”, a espacial “Marte, aí vou eu!”, música que ficou em segundo lugar na categoria instrumental do Samsung E-Festival 2014 e "Roots Surf Roots", inusitada versão surf music de um clássico do Sepultura, muito bem recebida pelo público e elogiada por Andreas Kisser (Sepultura) e Jack Endino (Produtor que já trabalhou com Soundgarden e Nirvana), essa versão também foi executada na rádio 89FM (Rádio Rock de São Paulo) no programa Pegadas de Andreas Kisser.

O disco conta com as gravações de Lennon Fernandes na guitarra/baixo e Marcopablo (Projeto Nave) na outra guitarra, além das participações especiais de Dino Verdade (Bateras Beat), Daniela Mel (Clube da Voz) e Felippe Pipeta (OBMJ).

A banda também vem se destacando pela suas inusitadas versões, como a “Suor Pigs”, versão surf pra “War Pigs” do Black Sabbath, “Aloha Lotta Love”, versão surf pra um clássico do Led Zeppelin que contou com a participação de Lee Marcelino na guitarra nessas duas versões e “Pipeline Uber Alles”, homenageando o Dead Kennedys e que contou com a participação especial de Clemente (Inocentes/Plebe Rude) na guitarra base e com execução na rádio Kiss Fm de São Paulo.

Andreas Kisser - Guitarrista do Sepultura “Gostei muito da versão que eles fizeram para Roots, Bloody Roots chamda de Roots, Surf Roots”

Essas versões deram tão certo, que a banda resolveu registrar isso num novo álbum, o “Versões Macabras para Crianças Malcriadas” onde tem mais duas inéditas, “Smells Like Parafina” e “Surf and Let Die”, versões praianas de clássicos do Nirvana e Paul Mcartney sendo destaque na revista Billboard Brasil.

A banda também vem se destacando pela suas inusitadas versões, como a “Suor Pigs”, versão surf pra “War Pigs” do Black Sabbath que contou com a participação especial de Lee Marcelino na guitarra e a “Pipeline Uber Alles”, homenageando o Dead Kennedys e que contou com a participação especial de Clemente (Inocentes/Plebe Rude) na guitarra base e com execução na rádio Kiss Fm de São Paulo.

Em 2015, a banda também foi a convidada a abrir os shows do Spy vs Spy (Austrália), uma das mais populares bandas australianas no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Recentemente o Baleia Mutante participou do projeto “Converse Rubber Tracks” no Family Mob Studio e registraram um novo single chamado “Tô Aqui”, essa música também conta com a participação especial de Clemente na guitarra e voz e foi lançada oficialmente na Rádio Kiss Fm de São Paulo.

Pra este interessante projeto, Bart convidou grandes músicos do cenário musical para integrarem o Baleia Mutante.

No baixo, o músico potiguar Franklin Medeiros, ex-baixista da formação original da banda O Surto e na guitarra e metais, talentosos músicos se revezam e fazem o apoio ao vivo.

Uma grande banda, com ótimos músicos pra vir com novidades no rock brasileiro.

Vale a pena conferir!!!


Contato:
Site: www.baleiamutante.com.br
Ouçam em: https://soundcloud.com/baleiamutante
Facebook: http://www.facebook.com/baleiamutante
Email: bandabaleiamutante@gmail.com